Com Vocês....

Lembram quando eu coloquei uma ação aqui de um player que eu achei que merecia a atenção? Pois então... encontrei mais uma pérola.. um jogador que me surpreendeu com sua descrição descontraída.. espero que vocês gostem... Pois ele realmente me surpreendeu.. Mesmo que eu não tenha jogado com ele no Chat da UOL...

.Jack Barvon.: *Aquela correria... Cotidiana e costumeira. Cada dia que se passava ficava cada vez mais difícil sobreviver àquela cidade. Esta, que se crescesse mais um pouco o sofocaria. Aquela vida o estava matando... Muitas eram as garrafas de vinho espalhadas pelo pequeno apartamento que tinha a mensalidade atrasada. Não demoraria a ser expulso dali, e.. quer saber? Era feio, e nem tinha sacada. Tinha mais é que sair dali, mas era melhor que a rua. Quantos eram os dias que ele passava sem ao menos saber o mês? Se perdia no próprio tempo/espaço. Era um vagabundo? Não, porque ao menos dava ao luxo de trabalhar. E que trabalho, hein? Trabalhar era um lixo. Principalmente um caixa de banco. Além de não ganhar mais pelos seus serviços, ainda sofria 'atentado'.* - Sim... Sim! Ele entrou e apontou a arma pra minha cabeça. JUSTO pra minha, né? Hah! Eu tremi na base... De verdade! Ele pediu dinheiro, lógico... Estava num banco. Mas estava sozinho. Logo os guardinhas de lá o prenderam... Mas eu tive uma arma na minha cabeça por míseros cinco minutos... A vida toda passar pelos olhos, sabe? *Ele exagerava, e naquele de bar de esquina era onde cantarolava suas historinhas, enquanto mostrava que não era apenas um naquele mundinho. Ainda sim, fudido e sem dinheiro, vicios e problemas, ele mantinha o bom humor. Um rapaz bonito, mas que levava marcas de cansaço no rosto. Era um homem esguio, elegante por assim dizer. Se não fosse a barba por fazer e aquela cara de malandro... SIM! Malandro... Ele seria o genro que as sogras pediram a Deus, mas era sozinho, não é mesmo? A pele clara, e aqueles olhos castanhos, que emitiam um brilho verdadeiro ao sorrir. Sorrir, era algo que ele bem fazia. Não importava o quão triste fose a sua vida, aquelas duas fileiras de dentes perfeitamente brancos faziam dele um boa pinta. Os cabelos tinham uma cor loura escura, e algumas medeixas eram de fato loiras bem claras... Um verdadeiro charme para o simpático malandro. A camisa social branca já não estava por dentro das calças, e sim desleixada. Os primeiros botões estavam abertos, e a gravata estava larga em seu pescoço, de uma forma 'jogada', mas perfeitamente encantadora ao seu ver. O palitó dobrado estava sobre um dos ombros do rapaz, enquanto ele levava mais um copo de cachaça à boca, enquanto o barman ria numa conversa gostosa e saudável.* - Sim... Foi um dia e tanto Joseph... Um dia e tanto! Quando aquela arma ficou na minha cabeça, a única coisa em que eu pensava era que eu nunca mais beberia nenuma de suas água-ardente. Entende, jovem? *Riu mais uma vez, daquela forma malandra, mas de longe era um repelente para possíveis encontros, pelo contrário. Era justamente quela cara de malandro que atraia as mulheres, e por ser um homem tão bonito era fácil a conquista, mas quando descobriam o saldo de sua conta bancária ele perdia todas as chances. Era a vida. Entre um copo e outro de cachaça ele ria, e se divertia com a conversa animaada entre ele e o barman.*

3 comments:

  Draco Lich

20:05

hahahaha, descriçõ legal, é de gente assim que to precisando para minha campanha virtual!
Falando nisso foi por isso que passei aqui, estaria interessada em participar de uma campanha online moça?
gosto do seu estilo de escrever e acho que seria muiiito legal ver vc jgoando rpg.
oq me diz interessada? se tiver me manda um email. vo ficar esperando.
depois te conto mais detalhes.
dracolich_nk@yahoo.com.br

  Lobo

08:19

De que jogo foi isso, pandora?

  Thiago Braga

19:58

Muito interessado em saber que jogo é esse!!!